3 de maio de 2016

Pensamentos.

Hoje questionei-me o que acontece com os nossos pensamentos. É incrível como eles vêm com força à nossa mente, mas permanecem e se demoram a nos deixar. Pensar e falar ao mesmo tempo não dá. Eu tentei, fiz o teste, mas enquanto eu falava, as palavras travavam, não saiam do jeito exatamente que eu havia pensado. É óbvio, os pensamentos são mais rápidos que a própria mente. E eles falam muito mais para dentro que para fora de nós. Eles fazem muito mais efeito sendo guardado que sendo mostrado. Fazem efeito por todo corpo e por vezes, efeitos negativos, estes que nos impedem de fazer coisas que desejamos, que queremos, que de fato pensamentos para serem colocados em prática. É por isso que existem coisas que queríamos ter dito em certos momentos da vida, mas os pensamentos não deixaram. Ou melhor, a fala não deixou. Ela travou, os pensamentos permaneceram pensamentos e não foram ouvidos por outras mentes, mas só por uma, aquela em turbilhão. A mente, os pensamentos em que nela estão inseridos, não param, estão em constante atividade. Não param nem quando estamos dormindo.

É que temos alma. E enquanto tivermos alma, teremos mente e pensamento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Me incentive um pouco mais.