12 de abril de 2014

Sou alguém eu.


Converso comigo. 
Sou meu melhor amigo.
Às vezes, o pior inimigo. 
Histórias surgem e eu conto. 
E de tanto, me sinto tonto.
Não tenho tempo para pensar. 
Nem refletir e raciocinar. 
Os pensamentos chegam sem hora. 
Invadem, ocupam o espaço sem demora.
Numa guerra em busca de território. 
Entram em colisão de modo notório.
E me perco interiormente.
Na consciência exatamente. 

Eu estou aqui dentro e não sou eu fora de mim.



4 comentários:

  1. é você ai dentro e fazendo ecos aqui dentro.

    beijas, Laura! :*

    ResponderExcluir
  2. Laura, não tenho comentado muito, mas tô por aqui viu, me apaixonando a cada palavra.

    (P.S.: Tive de comentar nesse aqui, identificação mil! <3)

    ResponderExcluir
  3. As primeiras linhas eu li no ritmo daquela música do Moska

    "Fica comigo, namora comigo..."

    Sei lá por qual motivo. RS

    Gostei das linhas, mas me deixou paixonada rs

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.