21 de dezembro de 2012

2012: end of the World.


Dois mil e doze, você vai acabar, e eu não posso dizer que fui feliz contigo. Não mesmo. Você trouxe muita amargura e sofrimento para o meu coração. Na verdade fui feliz em alguns momentos, até por que ninguém aguenta infelicidade a todo tempo, mas eu posso dizer que você me trouxe muita coisa ruim. As  pessoas, no fim de um ano, sempre desejam um feliz novo ano, mas nunca se sabe o que esse novo ano vai trazer. Vai ser diferente? Vai ser igual? Vai ser melhor ou pior? Nunca sabemos. Esperamos, é claro, que nos traga boas coisas, que seja diferente e melhor, mas nem sempre é que imaginamos. 
Dois mil e doze, você me arrancou pessoas e me jogou num abismo, num buraco negro. E eu ainda me encontro perdida, não vejo saída, não há saída, ao menos por enquanto. Não há luz. E todo dia é inverno. 
Dois mil e doze, pode acabar com o mundo mesmo. Ele não está nem aí para mim e eu vou estar nem aí para ele também. Leve tudo de ruim com você. Leve a escória desse mundo, a podridão desse mundo, o lixo desse mundo, as coisas negativas desse mundo, o que há de ruim nesse mundo, pode levar. E o que restar, leve. E me leve junto também. E fique leve e insustentável. 

10 comentários:

  1. Quem sabe você encontre a saída nesse final de ano? Hora de desapegar de certos sofrimentos, não pelo novo ano que está chegando, mas desocupe esse espaço e ocupe com novidades. Sorte pra você, acredito muito nisso. E amor. Por todos os cantos, recomece. Recomeçamos, cegos ou atentos ao mundo, que seja lá o que vier, venha com força o suficiente para destruir por inteiro ou construir por inteiro, nada de espaço sobrando ou migalhas, o inteiro. Cuide-se, moça bonita. Até breve. Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Eu não quero ser levada! AOSKAOKS' Mas adorei o texto ^^

    ResponderExcluir
  3. Foi um ano diferente pra mim, muito diferente, de encontros, desencontros como todos os outros anos, mas diferente de um jeito que me fez bem, aprendi, cresci, conheci tanta gente boa... Quero que acabe sim, porque tudo uma hora cansa, quero o inverno.

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto. Contrastando com as mensagens positivas de fim de ano, um pouco de desesperança. Até me lembrou meu novo post.
    Não posso dizer o mesmo que vc, pq meu 2012 foi realmente bom. Mas como toda pessimista, acho que sempre dá pra piorar. Feliz ano novo, de qualquer forma!

    ResponderExcluir
  5. Acredito que cada um faz algo do ano. Bom ou ruim, nós que fazemos. Mas deixando isso arquivado... Gostei MUITO do texto. Sério! Amo demais coisas escritas dessa forma. Inclusive, o último parágrafo foi o que mais me chamou a atenção :)

    ResponderExcluir
  6. não,Inercya!fique com a gente! não pode se deixar afundar. deixe que o ano leve essas coisas ruins que o mesmo trouxe. e dê uma nova chance a 2013.
    ~by Emilie Escreve~

    ResponderExcluir
  7. Nossa,que texto bonito :)
    Mas eu acho que sempre podemos tirar algo de bom no meio dum bando de coisa ruim.Meu ano foi totalmente conturbado também,sei lá,eu conquistei tudo e daí agora,perdi.Acho que tudo faz parte do recomeço,né?!
    Que 2013 seja cheio deles.de recomeços :)


    Beeijinhos
    http://borboletametamorfoseando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. A graça á cada ano é justamente essa, poder ver quantas coisas nos aconteceram, e como estamos inteiros no fim, mesmo que por dentro em pedaços. Mais ainda assim inteiros pro próximo!

    ^^ fica bem sempre :D
    Beijoos.

    http://amandamaiiaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Então espero que o seu 2013 seja o ano que irá suprimir as faltas cometidas e "presenteadas" em 2012. Que você consiga realizar muita coisa e sempre tratando tudo com uma perspectiva bem-humorada para não perder a auto-estima. Abraços.

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.