10 de abril de 2012

Hug.


É que nos seus braços que eu me sentia mais segura.
Me acalentava e me dava a certeza do amor.
Eu encostava meu ouvido em seu peito e ouvia os batimentos cardíacos.
Aqueles que batiam por mim.
Mas que hoje não mais.


Nenhum abraço será igual ao seu.

.

11 comentários:

  1. E escrever com a alma não é fácil, nem é para qualquer um.

    ResponderExcluir
  2. Hello, te indiquei para um meme, dona Inercya <3.

    Faz, faz, faz. Se distraia um pouco ;).

    Um beijo, amiga.

    ResponderExcluir
  3. Ah, que tristinho. Tá tudo super bonito por aqui!

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse texto ç.ç

    http://makeupred.blogspot.com.br/
    @KahRouver

    ResponderExcluir
  5. Hey, amei o fundo novo do blog ;).

    ResponderExcluir
  6. Tristinho, mas lindo. Talvez você encontre um abraço melhor ainda! Dê tempo ao tempo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. As vezes sentimos falta do que nos fazia bem, mais as vezes pra evolução do homem é preciso descobrir novas coisas sentir novos sentimentos.
    tudo que é pra ser seu será não importa o que aconteça :)

    adorei o texto Inercya, lindo lindo!! :)

    ResponderExcluir
  8. Sentimos falta do que é bom, daquilo que nos faz bem, que nos acalenta. Sim, nenhum abraço será igual - os corpos sempre se diferenciam um do outro e nada, nada se assemelha de um abraço a outro, porque cada um nos deixa uma sensação diferente por dentro, nos fazendo sentir coisas novas, inesperadas e inteiramente inexplicáveis.

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.