20 de novembro de 2011

Monologando.

Meu sonho é me tornar escritora. Sim, escritora de verdade, de livros. Não, não estou menosprezando nós, blogueiros, mas é que quero algo mais físico, palpável, mais real. Tenho tantas ideias que, pensando bem, poderiam se sair ótimas em um livro. O problema é saber desenvolvê-las bem. Mas isto está complicado para mim ultimamente. Li em um livro dedicado a jovens escritores que, para ser um escritor, você deve ler bastante. É exatamente isso que estou fazendo, mas parece que quanto mais eu leio, mas eu perco meu desenvolvimento. Não que eu perca minha vontade. Como já escrevi há um tempo, eu sempre tenho vontade de escrever. O problema mesmo é no desenvolvimento e isso acaba me puxando para baixo, deixando de lado minhas ideias e nunca tentando desenvolvê-las. Outro problema está também na revisão dos textos. Quer dizer, não é outro problema, é um problema a parte que resolvi puxar para a minha discussão solitária. Eu quase nunca reviso meus textos. No começo eu revisava, mas hoje não sei por que não consigo mais fazer isso. Eu adoro ler meus textos depois que escrevo, mas acho que eu não consigo enxergar meus erros porque eu fico admirada com o que escrevo (que não é lá essas coisas, mas eu sinto orgulho quando consigo terminar algo que comecei). Por exemplo, deve ter uns erros aqui em cima, ou encima (eu nunca sei qual é o certo e estou com preguiça de procurar), mas eu não vou reler dessa vez para consertar. Voltando ao início, eu quero escrever um livro. Um livro não, uns dois, três, quatro... Mas livros bons, livros que interessem o leitor, que façam com que o leitor entre e faça parte da história, assim como acontece comigo. Mas, se eu só pudesse só escrever um livro, eu escrevia um livro para ela, em homenagem à ela. É por isso que tenho essa vontade. Às vezes me pego pensando como seria o livro, a capa, as páginas e o conteúdo. Seria lindo passar numa livraria e vê-lo numa estante. Eu só preciso saber organizar as ideias e por em prática. Só. Não é fácil, é claro, mas eu sinto que tenho capacidade. Eu sei que antes de morrer eu vou escrever um livro. É de certeza, sabe?

é divertido falar só. mas eu sei que alguém vai me ouvir.

17 comentários:

  1. Moça, juro que me enxerguei nas suas palavras. Sabe o que é? Quando escrevemos a alma entra num estado de deslumbramento e não nos apegamos a minúcias, quando a criatividade floresce , o cérebro transpõe o campo das idéias e transforma em palavras o que se pensa.

    Beijos...

    Meu poema não teve título, pois, faltou-me criatividade.

    ResponderExcluir
  2. Que legal saber da tua vontade, moça! Investe nisso, investe tempo, dedicação...investe o teu melhor e segue com fé e confiança que há de dar certo.

    Fico desde já na torcida. ;)

    Acho certo sentirmos orgulho do que produzimos, uma das primeiras dicas pra escrever coisas boas é escrever o que se gostaria de ler.

    No contexto, o correto é "em cima", que significa na parte mais elevada. No entanto existe o verbo "encimar" que significa "elevar, coroar".

    "A coroa encima o rei, a cruz encima a igreja, a funcionária foi encimada..." são alguns exemplos de uso.

    Coisinha gostosa é a Língua Portuguesa, não? Já o Acordo Ortográfico eu detesto porque, com tantas mudanças, fiquei me sentindo burrica...rs

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. linda se vc quer vc pode, acredito em seu potencial siga em frente, e nao se preocupe n que vai acontecer, começe e esse é o primeiro passo, tenho orgulho de ter terminado rainha do drama, apesar de nunca ter saido dos arquivos do meu notebook, e agora que roubaram ele creio q perdi a minha obra de arte rrsss maas o que impoirta er q eu fiz ;*

    ResponderExcluir
  4. Rapaz... também sinto essa vontade bem dentro de mim. Mas sinto também alguns impasses.
    Quem sabe um dia? :)

    ResponderExcluir
  5. claro que sei, e já tô esperando o meu com dedicatória (:

    beijas, bonita ;*

    ResponderExcluir
  6. Nosso sonho! Rs. Muito bom, de verdade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi Laura!!!
    Adorei o texto viu?
    Confio na sua capacidade! E tenho esse mesmo desejo sabe?
    Ler é demais, mas escrever é indescritível!
    Vou comprar o seu livro quando escrevê-lo viu?
    Beijão!

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Temos sonhos iguais e achei seu texto incrível (pra variar). Mesmo que escrever um livro exija de nós muito trabalho e muita cautela, não é impossível... E com toda certeza fico no aguardo, assim como você, de um dia entrar numa livraria e encontrar seu livro.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  9. Boa sorte minha cara, e quando realizar esse sonho, lembre-se de nós!
    Trate de nos avisar para nos deliciarmos ainda mais com algo palpável.
    Concordo contigo, seguir blogs é ótimo, mas a sensação de ter um livro em mãos, sentir o cheiro da história, e o som das páginas viradas é ainda mais maravilhoso.

    ResponderExcluir
  10. Me enchergo em você agora, e é exatamente. Rabiscamos nossa capacidade em vés de começar, hoje e agora uma história que talvez nem seje o livro, mas o rascunho para futuros. Comece pelo pouco, não se preocupe pelo extraordinário, também me sinto receiosa quanto à isso. É um sonho seu, meu e de muitos. Mas é preciso dedicação. Mas acredito que o tempo reserva o melhor. Mas, escreva. Clarice conta que não precisou ler tantos livros pra poder escrever, era muito particular dela, como se as coisas fluíssem "naturalmente". Pense nisso. Um grande abraço querida!

    ResponderExcluir
  11. E vai ser um livro incrível porque tu tem talento de sobra!

    ResponderExcluir
  12. Eu também compartilho desse sonho..

    "parece que quanto mais eu leio, mas eu perco meu desenvolvimento." sei como é..

    Layout novo, dá uma passada lá. ;D
    Beijos, de CDC.

    ResponderExcluir
  13. alguém vai te ouvir? muita gente vai te ouvir Laurinha :D Adoro sua maneira de escrever, tão sincera. ^^

    Eu passo por muito disse que você falou aí. Morro de vontade de escrever livros, e tenha muuuitas ideias de histórias. O problema é desenvolvê-las mesmo. Começo a ficar com preguiça, parece que eu fico repetindo um mesmo assunto trilhões de vezes, só para encher linguiça. Enfim... É uma tortura. Mas eu também realmente pretendo escrever livros, não digo virar escritora, ter isto como carreira, mas talvez como um hobby :D

    ResponderExcluir
  14. Menina, você é cheia de talento e tem muita capacidade sim! Para revisar seu livro, tem gente que faz isso nas editoras. Não duvide nem por um segundo que você vai publicar vários livros, e eu vou ser sua fã tiete! haha

    ResponderExcluir
  15. Acredite no seu potencial. AS barreiras vão aparecer, assim como as pontes do progresso.
    tudo é uma questão de começar, das o primeiro passo.
    Simplesmente faça o que te faz feliz, se sinta bem no que faz e qualquer iniciativa dará certo!!
    comece uma página ou duas a cada dia, o que importa é o começo.


    Sucessos, e nunca esqueça que a grande escritora já existe dentro de você ela só precisa que você a reconheça e que a manifeste com sua plenitude.

    beijinhos!!

    ResponderExcluir
  16. Ei Laura, escreva-os, escreva muito livros e eu com certeza irei ler você. Tenho prazer e gosto pelo que você escreve. E sobre as revisões - elas são necessárias, mesmo que nos cansem por vezes.

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.