21 de agosto de 2011

Inspiração.


A inspiração vem quando menos espero. De todos os lados, de todos os lugares, em qualquer hora. Quando me deito e não consigo dormir, a insônia dá espaço à imaginação, fazendo com que eu me levante, cace um papel e comece a escrever. Às vezes vejo um objeto, uma frase e um gesto e algo pisca em minha mente. Quando o tempo está passando, olho para o nada e simplesmente escrevo. Escrevo o que minha mente me manda escrever; o que minha mente me mostra. E é ela que me mostra o mundo e todas as possibilidades. Ela move meus dedos, move todo meu ser. E sempre que escrevo, acabo fazendo parte da história, por ser algo meu. Vez por outra, acontecimentos reais me inspiram. Escrevo uma história baseada naquilo que eu vivi ou que outras pessoas viveram. E é assim. A ideia surge, minha mente trabalha e pronto, a história está criada.

17 comentários:

  1. Sei bem o que é isso! De onde menos se espera a inspiração aparece, e deixamos as palavras fluírem numa folha qualquer... Bjos

    ResponderExcluir
  2. Ah, que lindo!

    A inspiração é algo incrível, vem do nada, numa frase, num gesto e num olhar. Esse seu post parece ser aqueles saídos de um estralo da criatividade.

    Amei, lindo, lindo!

    Beeijos.

    ResponderExcluir
  3. Li hoje, em algum lugar (e infelizmente desconheço a autoria) que "pior do que uma mulher que fala o que pensa é uma mulher que escreve."

    Rs

    Somos do time das malvadinhas então. \0/

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. A inspiração na verdade é meio independente né? Vem quando quer e do jeito que quer.

    ResponderExcluir
  5. Não sei se devo, mas me sinto lisongeada por ter sido "a inspiração", dessa vez kkkkkk ou algo assim.
    Poxa, as vezes (ultimamente com menos frequência) me sinto desse jeito. Uma inquietação que só dá lugar a paz quando escrevo. Será que somente nós, pensadores inconstantes, sentimos isso?

    ResponderExcluir
  6. Ás vezes queremos escrever e não sai nada, outras vezes temos um turbilhão de ideias na nossa cabeça e nem sabemos como escrever.. =P

    Tem selo para ti lá no meu blog: http://marysdiaries.blogspot.com/2011/08/50-seguidores.html

    Beijo*

    ResponderExcluir
  7. Falando em inspiração... a minha anda péssima. Não ando conseguindo escrever, horrível.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. que assim seja sempre, amém.! (:

    beijas, Laura ;*

    ResponderExcluir
  9. Que nunca te falte inspiracao e que tuas palavras sejam sempre flores.
    Uma maravilhosa semana pra vc, transbordando sorrisos.

    ResponderExcluir
  10. é exatamente assim. ^^

    Beijos, CDC. =*

    ResponderExcluir
  11. A minha vira e mexe vem quando não tenho caneta, papel, nada... Cruel assim...

    ResponderExcluir
  12. É mesmo assim. É como se as palavras nos comandasse e nos trilhassemos sobre qualquer vago silêncio ou barulhos. Tudo é inspiração. E as vezes parece que gastamos tudo, quando a mente transborda de idéias.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi. Estive dando uma olhada por aqui. Gostei. Muito legal e bonito. Apareça por lá. Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Digo que as palavras fazem de mim o que bem querem. Chegam e montam por si só. Quando menos espero surgi um tema. :) Adorei aqui!

    ResponderExcluir
  15. Adorei a foto do seu perfil, me rebateu a pensar na branca de neve e a tal maça envenenada. Rs

    ResponderExcluir
  16. Também é assim comigo. Eu ando meio distante de mim, mas sinto falta desse lindo lugar criado por ti.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  17. Só mais uma coisa: "não morda a maçã", Laura! uahsuahsuha
    eu precisava falar isso.

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.