23 de maio de 2011

Cinema Casual - Parte IX.

Mel não conseguia descrever a sua felicidade ao ser surpreendida por Álvaro. Nada daquilo parecia ser real. Ela abria e fechava os olhos, como que provando para si mesma que aquilo fazia parte de sua imaginação, que aquilo era um sonho. Mas, felizmente, não era um sonho. Tudo em volta era real. Álvaro, ela e o “cinema”.

Álvaro a carregou até o sofá, colocando alguns travesseiros para apoiar as suas costas. Ela sentiu-se uma princesa, com todo aquele cuidado e delicadeza com que Álvaro a tocava, a carregava.

- Confesso que amei tudo isso aqui, estou encantada, Álvaro. Mas não precisava, você teve tanto trabalho...
- Não me venha com essa, Melissa. Eu quis fazer e não foi trabalho nenhum. Pelo contrário, foi um prazer fazer isso. E se isso te deixa mais aliviada, eu fiz para mim também. Afinal, já faz um tempo que não assisto filmes, não é?
- Ai, isso me deixou encabulada, não aliviada. Mas é verdade, e eu estou te devendo uma companhia...
- Exatamente! E que graça teria ir ao cinema sem você?

Mel sorriu sem graça com a confissão de Álvaro, mas gostou muito de ouvir aquilo. Ela também pensava assim. Ir ao cinema sem Álvaro, sem tê-lo como companheiro, para rir, conversar e comentar as cenas dos filmes... É, não teria graça.

- Olha quantos filmes eu trouxe! Alguns eu já assisti e outros não. Mas hoje é você que escolhe.
- Vou acabar me acostumando com isso, ouviu? Não vou querer sair daqui nem tão cedo!
- Ah, você vai sair sim! Afinal, essa TV não se compara com as telas do cinema.
- É verdade! Bem, eu escolho este aqui. – Disse apontando para um filme de comédia. – Você já viu?
- Não, ainda não, mas é uma ótima pedida e está propício para o momento.

Ele levantou-se e colocou o DVD, posicionando tudo, ajeitando o som, a imagem, colocando o áudio e a legenda do filme. Mel observava-o de longe, admirada com toda aquela dedicação de Álvaro. Sentiu algo estranho, um arrepio percorrendo todo seu corpo. Balançou a cabeça para evitar que certos pensamentos predominassem sua mente e disfarçou, olhando para o outro lado, quando Álvaro se aproximou trazendo os lanches e se sentando ao seu lado.

O filme durou quase duas horas e nesse tempo o que os dois mais fizeram foi rir. Riram tanto que não agüentavam mais e em diversas partes do filme, pausaram para rir e riam ainda mais.

- Ótima escolha, hein Mel? – Disse Álvaro, ainda rindo.
- É, foi! É... – Não conseguia falar direito, ainda respirando pausadamente. – Acho que eu nunca ri tanto assim na minha vida. Obrigada... Por esse momento. Por tudo isso que você fez e por não me deixar só.
- Ah Mel, como eu já disse, não foi nada. Mas eu fico muito satisfeito por te fazer feliz nesse momento. E sim, lembrei de uma coisa! Quase ia me esquecendo. – Levantou-se e foi em direção a sua bolsa.
- O que é, o que é? Diz logo, Álvaro, não me deixa curiosa.
- Olha aqui! – Mostrou o DVD que havia comprado no stand de filmes do cinema provisório.
- Não! Não acredito! É sério? Por que não mostrou antes, poderíamos ter assistido.
- Fica tranqüila, vamos poder assistir quando quisermos. Isso é, se você me chamar. Toma, ele é todo seu.
- Meu? Sério mesmo? Onde você conseguiu? Que danado!
- Isso é segredo, Mel. É presente. Eu tinha certeza que você ia gostar.
- Eu não gostei, Álvaro. Eu amei, amei, amei! Você, hein, cada vez mais me surpreendendo. De onde você saiu, garoto?
- Sei lá, de alguma toca por aí. – Os dois sorriram.

Álvaro foi sentar-se ao lado de Mel e admirá-la. Ela não parava de olhar para o presente que acabara de ganhar. Seus olhos brilhavam muito, estava imensamente feliz.

- E você, vai fazer o que agora?
- Queria poder ficar aqui com você, Mel, mas estou cansado e tenho coisas para fazer em casa. Se importa se eu for? Prometo que volto amanhã.
- Me importo sim, mas você deve ir. Sei que isso lhe tomou o dia e que tem outras coisas para fazer, eu entendo. Mas olha, vou assistir esse aqui hoje, sem você.
- Poxa, você é sem graça, Mel. Queria tanto assistir ao seu lado...
- Estou brincando com você. É claro que não assistirei sem você, até por que quero ver suas reações.
- Mas eu já assistir a esse filme e você também, não é?
- Claro que sim! Mas nunca assistimos juntos, então vai ser como a primeira vez, companheiro.
- Então está certo. Marcaremos. E vai ser na minha casa, ok?
- Está ótimo! Daí você vai cozinhar para mim e eu ficarei só olhando.
- Como você é esperta, Melissa! – Os dois sorriram. – Agora vou indo mesmo. Fica bem, viu? E qualquer coisa, liga para mim, que eu venho.
- Está bem. Cuidado na volta. E mais uma vez, obrigada.

Álvaro sorriu e se aproximou de Melissa, para abraçá-la e beijar sua bochecha, mas Melissa virou seu rosto e Álvaro beijou sua boca, num selinho. Os dois se olharam e Melissa o puxou para perto, beijando sua boca com vontade. Álvaro, que já estava de pé, sentou-se ao lado de Mel no sofá e a tomou nos braços, deitando-a com cuidado, para não machucá-la. Seus lábios colaram-se, como se aquele momento fosse único, como se aquele beijo fosse o último de suas vidas.




Adorei escrever esta parte. Estou voltando a me empolgar! :D

21 comentários:

  1. Awwwwwwwm! Adoro esse, Mel! Adoro, adoro. Menina de atitude ;)

    ResponderExcluir
  2. Own... Um Beijo. Finalmente! E que delícia Laura, suas descrições transportam a gente pra cena, muito bem escrito.

    Amei...

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Adoooooooooooooooooooooooooooorei *-* que lindo *-* :D

    ResponderExcluir
  4. Que blog interessante o seu. As coisas que você escreve são interessantes.
    Pra quem gosta de romances fantasiosos, estou escrevendo um blog-book. Escrevendo e publicando simultaneamente. É só visitar o meu site POET (Pages Og Erased Text) http://pagesoferasedtext.blogspot.com/. O nome do book é “illegitimate” e por agora está no segundo capítulo. O terceiro esta pra sair agora na primeira semana de Junho...quentíssimo.

    ResponderExcluir
  5. http://www.marketingdeinternet.org/

    Todas estas perguntas nós temos a resposta e podemos construir o caminho para o sucesso da sua empresa. Seja ela um pequeno Bufe numa cidade do interior ou uma grande rede de lojas de varejo que queira ganhar o seu espaço na internet.
    Não temos receitas prontas, nem publicamos livros sobre Marketing de internet porque a internet é algo que muda a todo instante e voce precisa ter o Know How de anos de experência para poder oferecer ao seu cliente resultados concretos e não riscos.

    ResponderExcluir
  6. Ah!... Que delicia...
    Belo! Sensual! Excitante...

    Beijos...
    AL

    ResponderExcluir
  7. Laaaaaura :DDDDDDD
    Queriiiiida, que saudades daqui e de ti! Ultimamente ando distante pois os livros não querem me deixar (ou se me engano é o contrário)... Enfim, tudo pra mim está um rebuliço! Mas logo, logo voltarei para o blogger firme e forte!

    Um beijo em ti, flor.

    ResponderExcluir
  8. Laurinha,

    estou morrendo de vergonha por nunca mais ter aparecido aqui para apreciar seu blog. Mas é que realmente mal estou encontrando tempo para respirar, quanto mais para ler o que meus queridos amigos de blogs postam. Mas sempre que eu tiver um tempo virei aqui para olhar o que você tem feito de novo. Sabe que amo seu blog né ^^

    Beijões minha flor do deserto õ/

    ResponderExcluir
  9. Olá !!


    Convido você a acessar o meu blog tb...

    Se puder siga!!

    http://sabrinapalermo.blogspot.com/

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Lindo, lindo, lindo *-*

    http://makeupred.blogspot.com
    @KahRouver

    ResponderExcluir
  11. oi menina. estive por aqui. gostei. muito legal. apareça por la. abraços.

    ResponderExcluir
  12. Laura Vanessa, minha excelente, que saudaaaaaades *-* Aparece, ta? beeeeeeeijos

    ResponderExcluir
  13. Oi querida! Há quanto tempo!!!! Tava com saudades daqui!

    xoxo

    Nina

    ResponderExcluir
  14. estava com uma saudade maluca daqui;
    <3
    beeeeijo

    ResponderExcluir
  15. Desculpa nunca mais ter vindo por aqui, é que o tempo ta corrido, e tava sem internet. Amei a continuação, e estoou ansiosa para a proxima postagem. bjbj

    ResponderExcluir
  16. Agarra ele Meeel! É isso ae! \o/

    Adorei, o cineminha todo bonitinho e um beijo na despedida para arrematar! rs

    Beeijos.

    ResponderExcluir
  17. Oi..
    Eu sou a Rayssa do VardaValar.
    Não tenho postado pois estou me dedicando a um blog de fotografia.
    Portanto vou desativar o Varda,mas vc pode me encontrar no http://www.anarayfotografia.blogspot.com/ .
    Te vejo por lá.
    ;*

    ResponderExcluir
  18. Cadê a continuação hein? Não aguento mais...

    ResponderExcluir
  19. AAAAAAAAAAAAAAH! O primeiro beijo deles! Não acredito que perdi isso! *o*
    Amei, foi tão fofo e meigo! Lindo, lindo, lindo!

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.