27 de janeiro de 2011

Provocação e desejo.

Seus olhos se arregalaram com o que havia a sua frente. Não tinha palavras para descrever aquele monumento. Fechou e abriu rapidamente os olhos, como se a "miragem" fosse sumir, mas não, era verdade. Curvas, seios, cochas... Havia um belo corpo a meio metro de distância; um corpo de mulher. E o corpo monumental foi se mexendo devagar, ainda vestido. Ele, observando toda aquela exuberância, ficou estatelado. E o que antes era flácido, ficou extremamente duro em apenas segundos. Não moveu um músculo, não piscou mais os olhos. Não ousaria perder o melhor momento. A mulher se aproximou, com um sorriso de satisfação, por ver o grande volume que havia nas calças do garoto. Desabotoou suas calças e o mandou levantar. O garoto, inexperiente, fez o que ela mandou. Ele tremia de nervosismo e ela dizia baixinho em seus ouvidos: “Fique calmo, eu estou aqui para cuidar de você”. A voz era sexy e fazia seu corpo todo se arrepiar.

A calça foi jogada longe, junto com a cueca samba-canção. O garoto, que já estava sem blusa antes de tudo, agora estava completamente nu. A mulher o mandou sentar na ponta da cama e observá-la. Era o grande momento. Começou tirando devagar seu vestido vermelho, desabotoando os vinte botões que tinha em sua roupa. A cada botão tirado, o garoto sorria nervoso e excitado ao mesmo tempo. E a mulher não tirava os olhos do garoto, observando suas reações. Quando o vestido alcançou o chão, a pele alva da mulher foi exposta. A lingerie preta se destacava em seu corpo. Olhando para aquela exuberância, o garoto pôs a mão em seu órgão sexual, mas a mulher fez um gesto com o dedo indicador, balançando para a direita e para a esquerda. Como um bom menino, ele aceitou a ordem, mesmo contra sua vontade, seus desejos e ímpetos.

Da mesma maneira que ela tirou o vestido, ela foi tirando a lingerie. Primeiro foi o sutiã. Virou-se de costas para o garoto e tirou lentamente, dançando num embalo sem música. Seus seios pularam, como que respirando aliviados por estarem em liberdade. E o sutiã foi arremessado em direção ao garoto. Ele já não agüentava mais de tanta excitação, de tanto tesão. Ele foi em direção a ela, mas ela fez o mesmo gesto com o dedo. Achava uma tortura ver tudo aquilo e não poder fazer nada.

E “le grand finale”: a calcinha. Ela propôs um desafio ao garoto e ele aceitou, obviamente. Foi com bocas e bocas em direção ao desafio: tirar a calcinha com o dente sem rasgá-la e não tocar nas suas partes íntimas. Se as regras fossem quebradas, ela colocaria toda a roupa de volta. Mas como um garoto obediente, que aprende todas as tarefas, ele fez tudo como ela pediu, ainda resistindo àquela tentação. Tirou devagar, com os olhos fechados, até os pés. E quando finalmente ela estava totalmente nua, jogou o garoto na cama, pulou em cima dele e disse: “Bom garoto”.


Fazia tempo que não escrevia algo assim, mas fui amena, hehe. Ah, e se gostaram, sugiro que leiam esse e esse. GENTE, esse é o melhor tema ever. HAHA Mas saibam de uma coisa: melhor que ler e escrever é FAZER! Prontofalei!


24 comentários:

  1. gostei do seu txt..muito bom mesmo..realmente melhor que ler é escrever. é lindo dizer que algo bom foi vc que fez...

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw...

    ResponderExcluir
  2. Flor, tem selo para você no meu blog. Dá uma olhadinha.

    ResponderExcluir
  3. adorei, literalmente melhor que escrever é fazer skaoskoaksao euri



    Quer um layout novo? Encomende o seu aqui:http://mylittledecoy1.blogspot.com/p/design-por-mim.html

    ResponderExcluir
  4. Laura despudorada. AOKSOAKSOAKS'
    Legal o texto, sem aquelas coisas muito nojentas ou pornográficas. Foi bem sutil. Gostei.

    ResponderExcluir
  5. Aiiin , que perfeito
    Deu até pena do garoto HSAUHSUA
    Mto bom *--*

    ResponderExcluir
  6. Muito bom esse texto
    torturou o garoto
    kkkk

    ResponderExcluir
  7. ar adorooo quando vc faz textos assim ;
    huahauhauhau,
    melhor que escrever e fazer, fiquei rindo sozinha aqui :p

    ResponderExcluir
  8. heuaheuahsuahua adorei o texto, Laura! esse é o melhor tema ever [2] beijo :*

    ResponderExcluir
  9. Ai, Laura, hahaha, você e seus textos super interessantes. adoooorei (:

    Morri de rir no finalzinho... kkk

    Beijos, e ótimo fim de semana para ti **

    ResponderExcluir
  10. Ée realmente é o tempo mais bacana de se escrever :P
    Vc leva jeito !
    rs

    #Adoro

    ResponderExcluir
  11. ps: vc sabe que tem selos pra vc no meu blog, né? rs

    ResponderExcluir
  12. Não tinha lido algo desse gênero por aqui ainda...

    :O

    surpreendeu! haha
    adoro essas ousadias!

    tenho um texto no meu blog, "Graças a Deus ainds tô gozando" e outro "Rendezvous"... é o mais proximo que tenho do gênero!

    e, particularmente, tenho um imenso carinho pelo texto "Rendezvous".

    PS: tens razão, melhor que ler e escrever é FAZER. prontoconcordei!

    ResponderExcluir
  13. É sim, o livro me inspirou, e espero que dê tudo certo. Só estou estudando em casa mesmo, e minhas aulas ainda nem começaram. Ainda tenho tempinho *-*

    hehe.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. uaauu Caliente não?

    Seu texto realmente é muito bom!

    Tá de parabéns!

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  15. kkkkkkkkkkk que momentoooo kpsokaposkpoa, tadinho dele q teve q segurar seus instintos :P...

    Belaa postagem:P

    Beijaum!

    http://olhosdeumagarota.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Demorei exatos 50 segundos pra ler, juro! Li muito rápido pra saber o final e adorei!
    E, sim, melhor do que ler e escrever, é fazer! haahah

    beeeijos

    ResponderExcluir
  17. Ah, e porque desistiu? no fim não era aquilo que querias?
    Acho que é esse clima de férias que me deixa sem inspiração, esse clima de não fazer nada, não pensar em nada qw
    E que texto hein, adorei haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Laurinha, hoje postei a segunda e última parte da "mini série" que tentei escrever, e nem sei bem se está legal.

    Ótimo domingo, amor.

    Beijos **

    ResponderExcluir
  19. Oh, mulher, que bom que gostastes!
    É, espero que nunca me sequestrem de mim :/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Sua ousadia na escrita me inspira muito! Adoro seus textos!

    ResponderExcluir
  21. Laura, você me racha a cara! hsuahsuahuahus
    Muito bom o texto, flor! Bem sugestivo... :P

    ResponderExcluir
  22. uouuuu hausaushaus

    Foda.
    Quanta carne, desejo.
    Você é boa com isso Laura.

    Bem escrito, envolvente, quente!

    Beijos

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.