3 de dezembro de 2010

Sei tudo sobre sua vida - Parte 4.

Depois daquela noite não recebeu mensagens por um bom tempo. Acreditou que tinha sido mesmo o DJ. Pensou: “Provavelmente ele me viu e percebeu que eu sabia de alguma forma que era ele”. Estava mais feliz, tranqüilo e muito bem. Notou que aquela foi uma experiência única, para se viver uma vez e nunca mais, afinal, a vida é feita de experiências, sejam elas boas ou ruins, duráveis ou passageiras.

Sua vida voltou a ser “normal”. O turbilhão de ideias que tinha em mente se esvaiu com a suposta conclusão que ele tirara naquela noite. Mesmo assim não entendia por que aquele garoto havia feito aquilo com ele. Estaria ele apaixonado? Achava meio impossível, pois foi um encontro curto e carnal. Não havia sentimentos, apenas desejos.

Chegou em casa, numa noite qualquer, depois de horas de trabalho. Queria que sua namorada estivesse ali, para lhe fazer companhia, pois apesar de morar só, não gostava do silêncio que pairava sobre a casa. Para espantar a solidão, ligou o som e foi tomar banho, enquanto a música tocava. Cansado, deitou e dormiu rapidamente, ao som de músicas clássicas.

No dia seguinte foi até a caixa dos correios pegar as correspondências. Em meio a contas a pagar um envelope diferente, brilhante, que reluziu ao encontrar-se com a luz do sol. Franziu o cenho, pois lhe era estranho, novo. Nunca tinha recebido nada daquele tipo. Mas como bom curioso que era não deixou aquilo para depois. Abriu antes mesmo de entrar em casa.

Não podia acreditar naquilo. Era o mesmo atormentador, só que agora ele estava mais formal. Mandou a carta pelo correio! Ele não havia pensado nisso antes. Ficou arrependido, pois poderia ter vigiado algumas noites para ver se descobria. Porém o atormentador foi mais esperto que ele. Na carta, tinha um resumo do que ele havia feito nesses dias:

“Pensa que me esqueci de você, meu querido? Estive ausente, confesso, mas foi só para lhe iludi um pouco. Sei que naquele dia você voltou à boate em busca de pista, mas não encontrou. Não adiantou muita coisa, ao menos você se divertiu. Mas não parava de olhar para o DJ, não é? Sei que experiência única não é válida. É preciso duas, três vezes para ser concreta, mas com sua namorada e amigos do lado, nada se poderia fazer. Percebi o quanto você estava feliz por não mais receber meus recados. Que malvado você! Não sentiu ao menos saudades de mim. Mas eu queria ver sua reação ao ler minhas palavras. Mas eu quero que saiba que estou muito feliz por você está bem com sua namorada, afinal ela não merecia ser trocada. Tão gostos... quero dizer, muito bonita! Não anda saindo muito de casa, não é? Sei que você tem medo de fazer algo e no outro dia se deparar com algo meu. Mas não precisa se acanhar. Pode sair à vontade, eu prometo que não conto a ninguém o que você faz por aí. Agora, vamos concordar, aquela sua secretária...! Se fosse já foi infiel uma vez, acho que não há problema de ser outra vez. Vai perder? Caia na tentação, você não vai se arrepender. Eu estarei de olho, mas saiba que sou seu amigo e que o seu segredo é guardado a sete chaves. Bom proveito, amigo.”

Seu tormento tinha voltado com aquelas palavras. Acreditou que estava livre, mas parecia que aquilo ali era apenas o começo.



Olá, leitores. Mais uma vez, demorei. É que minha cabeça andou ocupada com umas coisas essa semana e a inspiração não estava vindo, mas consegui escrever esse capitulo. Mas creio que a partir de semana que vem não vou demorar muito, pois esse fim de semana tem a minha prova de vestibular, então minha mente estará mais livre. Estou ansiosa e com um pouco de medo, confesso. É que não estudei nada esse ano, comecei a rever umas coisas, em casa mesmo e espero que sirva. Mas estou com um sentimento bom e positivo dentro de mim (coisa que é muito raro de acontecer). Desejem-me sorte! :P

22 comentários:

  1. Essa pessoa não o deixará livre nem tão cedo hauha. Estou curiosa pra saber quem é.
    Boa sorte no vestibular. Também irei fazer (acho que é o mesmo huahua), mas ainda bem que está acabando :)
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  2. É pq eu coloquei faz pouco tempo no blog que sou de Pernambuco. :)
    Vou fazer pra direito e você?

    ResponderExcluir
  3. Que loucura, magina se existisse alguem assim na vida de todo mundo O_o'

    ResponderExcluir
  4. Se não era DJ, quem mais pode ser então ? :O
    MISTÉRIO [...] ADOOOGO! *-*

    Aliás, BOA SORTE gata ;)

    1beijoflor:*

    ResponderExcluir
  5. Q legal tah ficando a historia!
    to muitoo curiosa!
    ah, te desejo toda a sorte do mundo!
    vc merece. bjus :*

    ResponderExcluir
  6. Nossa, não consigo sequer imaginar quem é essa pessoa.
    Sinceramente...

    ResponderExcluir
  7. É, apenas me irritou um pouco.
    Nada mais que isso xD

    ResponderExcluir
  8. Até terminar essa história, a Warner já comprou os direitos autorais. Vai ficar rica!

    beijos.

    ResponderExcluir
  9. Aaaahhh mais uma parte maravilhosaa que eu cheguei atrasadaaa!

    Buáá!!! Suas atualizações não aparecem no meu blog!

    Poderia me avisar sempre que postar partes novas?

    Por favor!

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Ain caramba, eu tbm pensei que ele tinha se livrado. D: Coitado. haha.
    Ah, entao eu te desejo a maior sorte do mundo. Que sua intuição esteja certa. :)
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  11. Mega curiosa pra saber quem escreve essas cartas *-* Acho que já tenho uma ideia, mas depois conto o que estou achando.
    Muita boa sorte Laura ^^
    Estou aqui na torcida õ/

    ResponderExcluir
  12. Hey, faz tempo que não passo por aqui!
    Li agora todas as 4 partes.
    O engraçado é que, mesmo que na vida real não existam pessoas misteriosas nos deixando bilhetinhos, realmente não temos mais privacidade. Por mais cuidadosos que sejamos, uma hora ou outra nossos feitos são descobertos e voltam pra nos atormentar.
    Está bem legal a história, mas acho que prefiro O Teste...
    Bem, na espera da próxima parte :)

    E espero que tenha ido bem no vestibular! Prestou pra que curso?

    ResponderExcluir
  13. Saudades de te ler,
    mais um fantástico.


    beijos minha querida!

    ResponderExcluir
  14. caracas.. ta show. :)

    ahh, que bom que vc se identificou com o meu post. Fico mt feliz. :)
    quando quiser é só passar lá..
    beijos.

    ResponderExcluir
  15. Flor, tem uma surpresinha pra ti lá no blog, bjs !

    ResponderExcluir
  16. Se imaginar na situação dele é desesperador...
    Ainda mais agora que o escritor secreto mostrou conhecer ele e sua rotina.
    Estou suspeitando da namorada, o Dj nunca me passou pela cabeça!
    O conto está me lembrando “O Mundo de Sofia” (Livro que não consegui terminar de ler, pois o esqueci no avião indo para Fortaleza).
    Estou suspeitando da namorada, o Dj nunca me passou pela cabeça!

    Boa sorte no vestibular!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  17. Nossa! Que mistério!! Estou adorando essa história =D

    Se bem que nem imagino quem esteja por trás de tudo. Mas o bom é isso né? Ansiosa pelo proximo capitulo.

    Bjo =*

    ResponderExcluir
  18. Ficou confusa com o que, em relação ao meu poema?

    ResponderExcluir
  19. Nossa, to confusa...

    Deixa eu ler o próximo...

    ResponderExcluir
  20. Nossa, muito criativo o final ahuahauhau
    so assustei um pouquinho rsrs

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.