4 de julho de 2010

Writing.

Não é a falta do que escrever, está muito longe disso, mas eu não sei realmente o que está acontecendo com a minha super mente inspirada. Eu sempre tenho ideias legais, não digo geniais, por que não são na verdade, mas sempre tenho ideias boas, que podem render um bom conto. Eu gosto mais de escrever contos, não me dou muito bem em escrever textos como eu vejo por aí em diversos blogs. Eu tenho essa dificuldade e isso não é bom. Eu sempre tento escrever um texto, mas quando eu escrevo, nunca está do jeito que eu quero. Sempre acho que está sem nexo ou está mal escrito. A gente nunca está satisfeito com tudo, não é verdade? Mas vim aqui para falar da minha atual dificuldade de escrever. Quando eu me deitava para dormir, muitas ideias enchiam minha mente. Algumas vezes eu não aguentava e me levantava para escrever, pois no outro dia eu não me lembraria. Escrevia no escuro, mas escrevia. Eu adorava. Era quase uma explosão de ideias. Era como se minha mente quisesse me testar e assim ela me dava as ideias para destrinchar.
Estou acostumada a ler todos os blogs que eu sigo, então não posso falar que isso é falta de estímulo. Quero continuar com as minhas histórias, quero inventar mais, algo que ninguém nunca pensou em escrever. Quero escrever histórias românticas, dramáticas, divertidas. Eu quero escrever. Escrever!
Eu parei um pouco e me desestimulei. Deve ser isso. Preciso exercitar um pouco mais, jogar as ideias sem medo e aos poucos ir montando a história. Feito receitas. Primeiro os ingredientes, segundo o preparo e terceiro o "cozinhamento".
Falando em receita, achei aqui uma para escrever:

Ingredientes:

1 kg de paciência
5 kg de imaginação
1 kg de letras
1 kg de papel

Modo de preparação: Misture o papel com as letras; leve ao forno a cozer; no final deite por cima a imaginação e a paciência.

Vou usar essa receita. Quem sabe não funciona. O que não falta são palavras por aí.

8 comentários:

  1. Eu costumava escrever, em outro blog, mas eram mais desabafos e tal. (:
    Eu acho que você escreve super bem. E olha que sou ruim para elogiar :x
    dsahdiuasdhoiuashdiaush
    E sim amor, o desenho foi feito por mim! Só as cores, que eu não apliquei, porque eu ainda to aprendendo!
    Mas eu faria seu vestido de noiva com maior prazer! :D
    :**************

    ResponderExcluir
  2. Tem fases.
    Antes era como você, escrevia contos, depois passei para livros, depois fui para poemas, depois artigos, agora escrevo resenhas, pois junto o que gosto com experiência para um futuro trabalho.
    Quanto tiver uma ideia, anote num caderno. Tudo que vier na sua cabeça anote, nem que seja palavras chaves. Depois é só por em prática. E se estiver sem vontade, cansada, dê um tempo, para depois voltar 100% a escrita, ou não.

    ResponderExcluir
  3. Eu simplesmente AMO escrever. Antes queria escrever livros, mas vi que pra isso tem que dedicar boa parte do seu tempo, tem que pensar em cada detalhe de cada personagem se quiser escrever um bom livro. Então um amigo escritor me deu a dica de começar com contos ou mini-contos. Pra começar a exercitar a imaginação. Comecei e não é que deu certo? Fiz até o blog pra poder mostrar minhas histórias e idéias para os outros. E concordo com você, tem vezes que parece que dá um bloqueio. Mas ainda bem que logo as idéias voltam, e como a pessoa de cima ali falou, é bom escrever as idéias assim que elas vem, pra depois poder trabalha-la com delicadeza.
    Escrever é uma arte. (:
    Adorei seu texto. ^^ beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. Ainda bem que: "O que não falta são palavras por aí."

    ResponderExcluir
  5. Né? E ja tenho uma talentosa bem aqui, haha :D

    ResponderExcluir
  6. eu acho que também to assim, passei um bom tempo sem postar e hoje postei um texto que nao achei nada bom --' mas espero que seja momentos porque eu amo escrever e amo ler o que voce escreve.

    ResponderExcluir
  7. bah, estas coisas acontecem com as mentes mais brilhantes, vá por mim! :)

    ResponderExcluir
  8. Te compreendo muito, Inercya. Muito...

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.