10 de junho de 2010

Depoimento de uma lésbica.


Meu nome é Megan. Sou uma garota, mas sou quase um garoto. Na verdade, é o que dizem por aí. Só por que eu uso samba-canção e namoro outra garota. Sim, eu sou lésbica. Eu não escolhi isso e acho que ninguém escolhe. Não é aquela coisa de acordar um dia e dizer: “Ah, eu quero ser lésbica” e pronto. Não é assim de jeito nenhum.

Tem gente que acha que ser homossexual é modinha. E tem gente que acha que chamar um heterossexual de gay é ofensa. Então ta, a palavra gay agora virou xingamento. É isso? Eu não entendo por que as pessoas se ofendem com isso. Se você é, que seja. Se não, então qual é o problema?

Eu não posso dizer que nunca me interessei por um garoto, pois isso seria uma mentira. A gente não vira homossexual de uma hora para outra. É aos poucos. Eu, por exemplo, achava que nunca ia ser lésbica. É claro que eu não repudiava como outras pessoas por aí, mas achava que isso era impossível. Mas acho que um dos motivos pelo qual me tornei lésbica foi a decepção que eu tive com os homens. Fui apaixonada por vários e muitas vezes não fui correspondida ou era tratada mal. Eu não tive sorte com eles, mas quando eu conheci Tina, tudo ficou diferente. Primeiro, ela foi minha melhor amiga. É quase sempre assim que acontece. Eu dormia na casa dela e ela na minha. Éramos inseparáveis e nunca ninguém desconfiou, mesmo depois de estarmos juntas. Íamos para tudo quanto é lugar juntas: festas, bares, boates, compras, cinemas. Tudo. E foi assim que começou. Sentimos atração uma pela outra, e nenhuma das duas tinha tido experiências desse tipo. Éramos principiantes, digamos assim.

Nós nos damos muito bem. Eu a amo muito e ela me ama também. A reciprocidade sempre foi o nosso forte. Mas nós temos que aguentar o preconceito dessa sociedade hipócrita. Nunca fingimos que não somos namoradas. Não somos aceitas, mas não é por isso que eu escondo o meu amor por ela. Estamos sempre apoiando uma a outra e juntas estamos lutando contra o preconceito.

Eu acho que um dia as pessoas vão entender. Elas têm que considerar todas as formas de amor. Enquanto isso não acontece, eu continuo amando Tina e nada nem ninguém vai me arrancar esse amor, pois está bem cravado no meu peito como raiz.

14 comentários:

  1. Adorei o texto ! Mas sabe o que eu acho ? É um problema criado pelo ser humano, nunca ninguém está nos padrões de nada ,nunca nada é bom o suficiente , nunca somos o que se espera . Então o melhor é ser feliz. Melhor ainda é encontrar alguém que te faça, isso é suficiente pra viver bem, beijos

    ResponderExcluir
  2. Gostei hein. Se bem que prefiro textos grandes, apesar de eu mesma não conseguir fazê-los –'
    Também curti a foto :) Muito bonita. Ainda mais em preto e branco. Concordo muito com o cometário acima, sabe. O jeito mesmo é não se importar mais com todas as outras pessoas, pois se formos dar importância... delsmel! A gente nunquinha iremos para a frente, nesse Brasil de meu Deus (no mundo todo, né). E sabe, o que mais gostei foi da última frase *-* Tipos, cravado com raiz, véliow =~

    ;* Inercya

    ResponderExcluir
  3. oooi, obg por ter passado lá no meeu blog ^^
    desculpa a demora para responder ;P
    _ bom final de semana, baiseer ;

    ResponderExcluir
  4. Que lindo *-* Gostei de verdade. *-* Só não concordo na parte em que acha que virou lésbica por ter se decepcionado com os homens. É impossível evitar a atração, mesmo sendo bem amada por um homem. Mesmo assim achei o texto muito cute.

    Adoro os comentários que você deixa no meu blog, obrigada por ser tão fofa. São pessoas como você que alimentam o meu sonho. :) :*

    ResponderExcluir
  5. "Elas têm que considerar todas as formas de amor."
    Adoro catar frases nos textos que me cativam. Acho que Megan foi muito radical com os homens, mas eu mesmo já pensei que não haveria esperanças com a raça masculina. Que bom que ela encontrou alguém. Neste mundo regresso, um amor não deve ser jogado fora por causa de padrões/doenças da sociedade.

    ResponderExcluir
  6. amei o texto...eh perfeito parece cm minha historia so q a minha naum tem um final feliz...ela deciciu voltar a ser hetero e me largou sou loka por ela mais ela naum me quer mais...alguem me ajudah...naum sei o q fazer...haa eu sou bi...fico cm ela e cm otros meninos...agora so cm os meninos mais oensando nela

    ResponderExcluir
  7. oie... megan eu adorei seu texto tdo q c falou e a mais pura verdade e realidade... tbm sou lesbica amu uma guria mais nunk vmx ficar juntas sou mto trixt porisso...sofro na expera do meu amor a mais de 4ans... o amr d vcs deve c lindo entao cultive a kda dia e sejam mt felixes... bjinhux ate maix...* vanessa*

    ResponderExcluir
  8. Megan... sem mais. você foi expetacular, em tudo, em se aceitar, em amá-la, em assumir isso pro mundo ai fora, você foi fabulosa! Admiro!

    ResponderExcluir
  9. ameii o texto, eu me apaixoneii pela a minha amigaa tbm é tipo magicoo vc sente como se tudoo na sua vida fosse perfeitoo ela acabou virando tudo pra mim ii eu pra ela, ii que a sociedade em si danisse pq se não for assim já vira pura tortura. :(

    ResponderExcluir
  10. adorei ,acho que o mais importante é sermos felizes;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

    ResponderExcluir
  11. Adorei a forma que vc ecreveu, e deu a cara pra bater, mesmo sabendo que a sociedade tem medo do que e diferente, estou feliz que mais alguem pense assim, como eu, espero que seja muito feliz com sua namorada bjs...

    ResponderExcluir
  12. Eu gostei e desgostei de muitas coisas e hoje depois de cinco anos da srta tê-lo escrito já deve fazer ideia das coisas que me deixou embolada e desconfortável. Mas das coisas que eu gostei fico principalmente com o trecho onde ela diz que "Não somos aceitas, mas não é por isso que eu escondo o meu amor por ela", isso é muito sensível e também necessário, essa coisa de não esconder-se depois que a gente percebe quem somos.

    Beijos de luz

    ResponderExcluir
  13. Amei seu texto me identifiquei muito pois eu me apaixonei por uma garota no meu trabalho foi tudo muito rapido eu nunca imaginei q fosse amar uma mulher, pois no comeco de tudo achava impossivel isso acontecer cmg mais hj sou louca por ela, nois duas estamos namorando mais por causa do preconceito da sociedade e por causa que trabalhamos juntas vivemos esse amor escondido de todos

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.