20 de maio de 2010

As teclas.

Letra A: Gente, vocês sabem que todos os dedos vêem até mim. Eles precisam muito de mim.

Alt: Como você é boçal, Letra A. Eu sou mais útil.

Letra A: É? Pra que você serve mesmo?

Alt: É, é...

Ctrl: Eu sou bem útil, gente. Os dedos me usam como comando. É bem mais fácil me usar.

Letra P: É, os dedos me usam em conjunto com o Ctrl para imprimir algum texto.

Caps Lock: Nossa, Ctrl. Quanta utilidade. Eles nunca usam vocês sozinho. Sempre precisa de um auxilio de alguma letra. Puft! Eu que sou útil. Eu deixo todas as letras maiúsculas.

@: Eu sirvo para emails. Quem hoje em dia vive sem email? E ah, no Twitter eu sou bem útil.

$: Eu sou o mais rico de todos! Hahaha

Barra de Espaço: Quem é que não me usa? Em qualquer lugar, todos me usam. Imagina se eu não existisse? Iasairtudojuntoeninguémentederiaoqueestáescrito.

Shift: Ei, Ctrl. Eu também sirvo para comandos, não é só você.

F1: Ei, pra quê eu sirvo mesmo? Como é que eu não sei minha função? Ninguém me usa.

+: É melhor assim, F1. Eu sei que sirvo para somar, mas não me usam tanto assim, só quando precisam de calculadora. Ainda bem, sabe? Senão eu estava muito afundado hoje.

F5: Eu gosto da minha função. Atualizo tudo o que é antigo. Sou uma tecla do presente, gente. Nada velho me leva.

Del: Eu sou o melhor de todos. Apago tudo o que tiver pela frente, até essas letrinhas rabugentas.

Letra Z: Rabugentas? Eu sou uma letra muito importante. Eu fecho o alfabeto. E sem nós, letras, você não existiria.

Del: E por que não?

Letra Z: Porque seu nome não seria Del. Seria o nada. As letras D, E e L ajudam você nisso. Você não pode chamá-las de rabugentas.

Letras D, E, L: É verdade. Nos sentimos ofendidas com isso.

Esc: Ninguém é mais importante que ninguém, gente. Nós somos teclas, somos todas úteis. Cada um tem sua função e pronto. Não adianta brigar por causa disso.

Enter: Mas não vamos negar, ne? Os usuários vivem me usando. Quando me apertam, eu posso pular uma linha, dizer a verdade, abrir um documento.

?: No final de uma frase, eu sempre sou usada quando se trata de uma pergunta. Eu tenho o corpo tão bonito.

!: Eu sou usada principalmente quando as pessoas estão espantadas.

>: Eu sou o sinal maior.

<: Eu sou o sinal menor.

Número 1: Sou número. Eu faço parte de contagem de qualquer tipo. Quando se trata de dinheiro, eles me adoram.

Número 0: Eles me preferem em relação a dinheiro. Pense bem, quando estou do lado direito, quanto mais irmãos gêmeos eu tiver, melhor.

(): Mercenários!

Letra B: Vocês são namorados?

)(: É claro que não.

¬¬: Eu tenho cara de que pareço uma cara de tédio?

“”: Nós adoramos a nossa função. Ficamos entre frases e isso é tão legal!!!

Letra Y: Ei, o estilingue se inspirou em mim. Vê se eu não pareço um estilingue?

Letra U: Eu pareço uma ferradura.
^: Eu pareço um chapeuzinho. Haha, haha, hehe, hihi, hoho, huhu. Kkkkkkkkkkk Tiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiixxxxx!

~: Esse cara ta doente, ou é? Eu sou lindo e meu nome é Til. Cadê minhas sobrinhas? Haha!

,: É cada um mais louco que o outro. Eu sirvo para não deixar as frases ambíguas, ou não, hein?

F4: Ei Alt, vamos nos juntar, pra fechar esse Word. Eles falam muita besteira. É melhor agora, antes que as outras teclas se manifestem.

Home: Eiiii, não façam isso. Deixa eu falar primeiro...

Alt: Boa idéia, F4. Vamos logo. 1, 2, 3 e já!

ALT F4!



Mouse: Eita, gente! Desculpa. Vou ajudar vocês.




O Word fechou.

3 comentários:

  1. Mais um diálogo! E com humor. Menina, to adorando isso. :D
    E o final foi muuuuuuito bom. Iauheiouaheiouaehiae
    Tas viajando demais olhando pras coisas, visse?! aheiauhei
    :*

    ResponderExcluir
  2. Lindo blog! Gostei muito! Se puder me visite, http://sindromemm.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. MENIAN que negosso escroto auehuaehueahueah

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.