16 de março de 2010

'Feliz Aniversário!'

Antes de mais nada, essa não é uma postagem especial para alguém que está aniversariando (isso é só um p.s. reverso).

Estava eu pensando um dia desses sobre essa história de aniversário e pensei (novamente) que seria uma boa eu escrever sobre isso, pois acho que muita gente pensa como eu. Ah, eu ainda estou adiando dois textos que não escrevi, que @nuvens tem me cobrado. É que estou dando um tempo para isso, para juntar as ideias.

Eu sempre achei essa história de aniversário meio chata, sabe? Claro que a parte de ganhar presente é a melhor. Eu sempre me sinto estranha quando meu aniversário está chegando. Não é nem porque 'mais um ano de vida, mais um ano perto da morte' com alguns dizem. Até porque a morte não depende da idade (deixemos de falar de morte, odeio este assusto). Eu não sei o porquê. Não mesmo. Só sei que é estranho. É estranho as pessoas se reunirem por sua causa. É legal, é divertido, mas estranho. A pior parte é a do "Parabéns pra você, nesta data querida...". Eu fico tão sem graça. Fico sem saber para quem olhar. Às vezes olho para o nada. É mais fácil de controlar a situação. E todos sorriem para você, cantando super alto.

Chegou o dia do seu aniversário. Você acorda, as pessoas estão bem mais legais com você, te fazem até um mimo. E você recebe muitos telefonemas. Depende do ano(não irei dizer 'depende do dia', até porque não muda, enfim), muitos, digo, uns dez ou mais. É aquele telefonema chato "Oi Fulana, parabéns! Tudo de bom pra você e blábláblá"... Depois disso, o 'papo' acabou. Mesmo que seja alguém que você conhece bem, o 'papo' fica estranho (geralmente, quem te liga no dia do seu aniversário é alguém que você conhece bem. Eu disse 'geralmente'). É sempre a mesma coisa. "Quantos anos? Já? Meninaaaa, tu cresceu muito rápido!" Se for seu tio, sua tia, sua avó, irá dizer "Eu lembro quando você tinha tantos aninhos. Bem pequenininha no colo da sua mãe...". Não estou dizendo isso porque eu não gosto. Até acho isso engraçado, todo ano ouvir a mesma coisa. Mas isso é bastante convencional, não é verdade? As pessoas te parabenizam por convenção. Eu acredito nisso. Mesmo assim, eu fico feliz quando me ligam, mesmo que seja para escutar o de sempre. Fico feliz quando lembram. Eu me sinto especial para essa pessoa que está ligando. Mas fico 'ofendida' quando alguém que eu espero que vá lembrar e ligar, acaba não ligando.

Eu, particularmente, odeio ter que fazer ligação. Porque eu sei que vai ficar aquela coisa. A gente precisa treinar antes, vê se tem algo interessante para falar depois de dá os parabéns. Tem que ter estratégia. Ou então, tem a opção de ser curto e grosso. Parabéns, tchau. Isso não é tão convencional. Ninguém gosta disso. Têm vezes que sou 'obrigada' a ligar, quando é aniversário de algum tio, tia...É um saco! Eu prefiro ir ver a pessoa, dá um abraço e pronto. Porque fazer ligação não é para mim, não mesmo.

Engraçado é no orkut. Eu sempre deixei a data do meu aniversário aparecendo lá. Também por convenção. Eu sei, todo mundo diz que isso é muito falso e eu concordo plenamente. Deixo por curiosidade, para saber quem vai mandar recado, quem vai surgir das cinzas pra dizer o convencional. Eu até faço o mesmo, não vou mentir. Quando eu estou com vontade, mando até pra quem eu não falo há um bom tempo. É curioso isso. As pessoas acabam se 'unindo' de uma forma estranha, louca, por dois segundos. "Parabéns e blábláblá". "Ah, obrigada! Ah, valeu!" É sempre assim, não muda de jeito nenhum!


P.s('disreversado'): Acho que o texto ficou meio aleatório em algumas partes.



Feliz Aniversário a todos, mesmo que hoje não seja o seu dia.

3 comentários:

  1. "É curioso isso. As pessoas acabam se 'unindo' de uma forma estranha, louca, por dois segundos."
    Curioso, estranho e louco, mesmo. Gostei muito do texto, até porque isso não foi convencional. Eu até que gosto de fazer aniversário, de organizar algo que junte várias pessoas diferentes, essas coisas. Só não gosto do clima estranho que fica algumas vezes, dependendo da pessoa que vem te visitar ou que te liga. Que geralmente são pessoas que você não tem taaaanto contato assim, não tem muito papo. E outra coisa! Não gosto quando me desejam 'Parabéns'. Não acho que é mérito meu estar viva mais um ano, a não ser que eu fosse uma louca suicida. ria ria E sim! Você está me devendo um post ;) Eu to até escrevendo outro e já preparando uma lista com mais assuntos ^^

    Feliz aniversário ;)
    :*

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse e eu não tenho muito o que dizer, apenas que concordo. Beijos Laura.

    ResponderExcluir

Me incentive um pouco mais.